Arte dos negócios: saberes, práticas e costumes mercantis no império luso-brasileiro

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Cláudia Maria das Graças Chaves

Resumen

Abordagem dos métodos e das práticas do ensino mercantil profesionalizante introduzidas no Imperio Luso-brasileiro a partir das reformas ilustradas. Com a criação da Junta de Comercio, Agricultura Fábricas e Navegação em Portugal, em 1788, iniciam-se um processo de institucionalização e de profissionalização dos negociantes e mercadores nacionais e na América portuguesa. Dentro desse processo estão as aulas de comércio que são introduzidas na América portuguesa em 1809. Assim como acontecia em outras praças comerciáis da Europa, o ensino mercantil levava ao declínio dos métodos jesuíticos de ensino humanístico, permitindo adoção dos métodos técnicos e profesionalizantes que enfátizassem a abordagem prática e o ensino mútuo.
Palabras clave:
Ensino mercantil, América portuguesa, profissionalização.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Métricas de PLUMX

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##